OCB – AP firma parcerias com cooperativas que trabalham com açaí

O cooperativismo tem proporcionado inúmeros avanços. No Amapá, o Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras no Estado do Amapá (OCB-AP) tem firmado parcerias que colaboram diretamente com o aumento da produção das cooperativas aliado ao conhecimento técnico.

A capacitação de Manejo de Açaizais Nativos realizada no município de Serra do Navio é um exemplo a ser seguido. A parceria da OCB/AP com a Embrapa, o Grupo de Trabalho Amazônico (GTA) e Cooperativas Regionais proporcionaram o treinamento e a disseminação de conhecimento.

O conteúdo abordado incluiu legislação e políticas públicas para o extrativismo e agricultura familiar; distribuição geográfica, mercado e preço do açaí, princípios do manejo florestal, equipamentos, insumos e segurança no trabalho, etapas do manejo de mínimo impacto e boas práticas de colheita e pós-colheita.

Durante a parte prática da capacitação, foi abordado as etapas do manejo de açaizais nativos: demarcação da unidade de manejo, limpeza da área, inventário florestal, avaliação do inventário e tratos silviculturais. Todos os participantes receberam a publicação “Guia Prático de Manejo de Açaizais para Produção de Frutos”, editado pela Embrapa Amapá.

Para o representante da Cooperativa Brasil Sabor, João Dias, o manejo de açaizais nativos é tradição nas comunidades amapaense, por isso, é mais do que gratificante vivenciar o grau de mobilização e interesse de todos em manejar seus recursos naturais, principal fonte de renda das famílias da região.

“Tudo que aprendemos podemos compartilhar com os outros cooperados. Conhecimento nunca é demais, principalmente quando nos traz benefícios diretos como é o caso do açaí, fonte da nossa sobrevivência”, ressaltou João.

Para o presidente da OCB/AP, Gilcimar Pureza, a essência do cooperativismo é esta, levar para todo estado o conhecimento técnico, capacitações e agregar valor ao produto regional.

“Acreditamos no nosso povo e no potencial de cada um. O açaí é um dos maiores potenciais do Estado, e precisamos investir na produção para atender o abastecimento local, atingir o mercado de outras cidades, e claro, garantir renda as pessoas que sobrevivem desse produto”, compartilhou, Gilcimar Pureza.

Manejo de Açaizais Nativos

O presidente da Embrapa/AP, Silas Mochiutti, explicou que dentre as possibilidades de exploração das áreas de várzeas, o açaizeiro tem se destacado como componente desse ecossistema, pela facilidade de reconstituir o revestimento florístico, além de ser importante fonte de alimento e de renda para as populações ribeirinhas.

“No Amapá, o manejo de açaizais nativos tem se tornado referência das comunidades e municípios. O curso já foi aplicado em vários lugares. O plantio nas várzeas, por exemplo, quando há a ocorrência de cobertura florestal, é possível fazer o manejo da vegetação visando o aumento da população de açaizeiro ou o enriquecimento com o plantio de mudas dessa e de outras espécies de interesse comercial, conciliando, de modo racional e equilibrado, a proteção ambiental com o rendimento econômico”, explicou Silas.

Assessoria de Comunicação da OCB/AP

Contato: 98124-9681

About Lílian Guimarães

Assessoria de Comunicação OCB/AP Contato: 98124-9681

Comments are closed