Sistema OCB-AP participa do evento do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento-PNUD

A convite da EMBRAPA, o Sistema OCB-AP foi selecionado como entidade parceira junto ao Projeto BEM DIVERSO do PNUD e Fundo Global do meio Ambiente-GEF. O projeto atua na cadeia produtiva do Açaí onde o Sistema OCB-AP, atende a Cooperativa AÇAÍ COOP no Município de Afuá.

O encontro anual do Projeto tem esse ano a temática “Conservando a biodiversidade pelo uso sustentável”, o evento reúne populações tradicionais apoiadas pelo projeto e especialistas para troca de conhecimentos, experiências e informações. São três dias de debates – de 5 a 7 de dezembro – em torno da conservação da biodiversidade e de boas práticas de extrativismo sustentável de plantas, que têm alto potencial para geração de renda, inclusão social e conservação da biodiversidade e serviços ambientais.

O projeto atua nos biomas Cerrado, Caatinga e Amazônia, reconhecidos pela importância socioambiental, mas ameaçados pelo aumento de práticas agrícolas pouco sustentáveis. Nesses biomas, o projeto atua em seis territórios, todos reconhecidos pela importância na exploração de produtos da biodiversidade, com significativa organização social e produtiva.

“Essa é uma oportunidade única para reunir populações tradicionais, indígenas e agricultores familiares de diversas regiões do Brasil e que tem experiências emblemáticas no uso sustentável e conservação da biodiversidade”, comentou o presidente do Sistema OCB-AP, Gilcimar Pureza.

Programação

No primeiro dia de evento, os participantes debateram o que a gastronomia pode fazer para a biodiversidade e foi apresentada a proposta do Centro Global de Gastronomia e Biodiversidade, uma iniciativa do Instituto ATÁ. Também tiveram debates sobre comercialização dos produtos da biodiversidade, sobre educação contextualizada dos povos tradicionais, e sobre exemplos de estratégias apoiadas pelo projeto para valorizar as espécies da sociobiodiversidade.

Neste segundo dia, haverá mesas de discussão sobre a experiência das mulheres na luta pela autonomia no campo,  políticas públicas, planejamento da paisagem e agregação de valor aos produtos da biodiversidade. No terceiro dia do evento, os debatedores apresentarão resultados sobre a importância dos produtos da biodiversidade para a conservação, os exemplos e desafios da industrialização desses produtos e a luta pela garantia dos territórios dos povos tradicionais.

About Lílian Guimarães

Assessoria de Comunicação OCB/AP Contato: 98124-9681

Deixe uma resposta