Execução do Cooperjovem em 2017 é discutida por gestores

A execução do Programa Cooperjovem foi pauta da reunião entre o Sistema OCB/AP e Sescoop/AP com o Instituto Sicoob nesta terça-feira, 07. Participaram da reunião o presidente do Sistema OCB/AP, Gilcimar Pureza; a superintendente do Sescoop/AP, Patrícia Sousa; a coordenadora do Cooperjovem no Amapá, Neuma Simões; a analista de Projetos do Instituto Sicoob, Ruth Guichard; e a gerente Geral do Sicoob/AP, Rosilene Luz.

O Programa é desenvolvido em cooperativas educacionais e escolas de todo Brasil, por meio de atividades educativas baseadas nos princípios, valores e virtudes cooperativistas. Além de reforçar princípios do cooperativismo como: educação, formação, informação e interesse pela comunidade, viabilizando a transformação e aprimoramento da prática educativa a partir da cultura da cooperação.

No Amapá, o Cooperjovem, é executado nas Escolas José Bonifácio e Igarapé da Fortaleza, e o Projeto Santa Clara. Cerca de 700 alunos e 60 professores estão envolvidos no projeto. A execução do quinto módulo está previsto para iniciar março.

A aplicação dos módulos foi discutida na reunião, além da possibilidade de ampliação do projeto em 2018.

“Priorizamos pela boa execução do projeto. A evolução é notória e constante. Por isso, queremos garantir 100% de aproveitamento para em seguida pensarmos no projeto de ampliação”, compartilhou a superintendente do Sescoop/AP, Patrícia Sousa.

“O Amapá está muito bem organizado, o planejamento é fundamental para que as metas finais sejam alcançadas e o estado é um bom exemplo de organização”, disse a gerente de Projetos do Instituto Sicoob, Ruth Guichard.

About Lílian Guimarães

Assessoria de Comunicação OCB/AP Contato: 98124-9681

Comments are closed